[coronar countries="Brazil"]

Acir Jardim dos Santos, de 65 anos, sofreu ferimentos considerados graves após ser esfaqueado na tarde deste sábado (20), no Jardim Verão, em Sarandi.

De acordo com informações da Guarda Municipal e Polícia Militar as equipes foram acionadas a comparecer na Rua das Rosas, onde segundo os solicitantes, uma mulher estava esfaqueando um homem e o acusando de ter estuprado sua filha de 4 anos. O irmão gêmeo teria presenciado o crime.

Gislaine Bales de Almeida Nogueira, de 35 anos, relatou que é usuária de drogas e teria feito uso de crack na tarde de sexta-feira (19), e durante a noite ela foi dopada e só acordou na manhã deste sábado. Hoje ao dar banho na menina, ela percebeu que as partes íntimas da criança estavam com lesões. A menina relatou que um homem teria abusado dela.
A mulher então foi até a casa da vítima, que mora próximo e perguntou para a filha se teria sido ele que teria mexido com ela. Segundo a mãe, a criança não respondeu, porém ficou com olhar assustado. Deduzindo que seria o homem, ela começou a esfaquear a vítima.
Em um primeiro, momento a menina não quis falar, porém a enfermeira Aline do Samu, conversou com ela. O irmão e a irmã relataram o que aconteceu. Ao ser mostrado uma foto de Acir, eles não o reconheceram, e disseram que foi outro homem.

Socorristas do Corpo de Bombeiros e a equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionados e encaminharam a vítima ao Hospital Metropolitano. A mulher foi conduzida para a Delegacia de Polícia Civil.

As crianças foram encaminhadas ao Hospital Universitário, para realizar exames mais detalhes, para saber se realmente houve o abuso sexual. O Conselho Tutelar de Sarandi, foi acionado e acompanha o caso.

Vizinho já havia denunciado a mãe pelas condições desumana que as crianças vivem na casa. A residência é frequentada por usuários de drogas e as crianças vivem no meio da sujeira e com pessoas consumindo drogas.

 

Escreva um comentário

error: Conteúdo protegido !!