[coronar countries="Brazil"]

Fábio Rosivaldo Teixeira Barbosa, de 28 anos, foi condenado nesta terça-feira, (2 ) , em júri popular que aconteceu no Fórum da Comarca de Maringá, a 12 anos de prisão, pela morte de Itamar Matheus Matos Rodrigues, de 22 anos.

O crime aconteceu na noite do dia 14 de dezembro de 2019, ao lado de um Complexo Esportivo situado na cidade de Paiçandu (PR). O corpo foi encontrado na manhã do dia seguinte.((reveja a matéria aqui: https://www.servicospaicandu.com/jovem-e-brutalmente-espancado-ate-a-morte-em-paicandu/)
Rodrigues foi vítima de um crime brutal. Ele teve a cabeça desfigurada e foi praticamente degolado por conta da violência empregada pelo assassino, que além de tijoladas na cabeça ele teria cortado o pescoço da vítima usando um pedaço de calha.

Após quatro meses do homicídio, investigadores da polícia civil de Paiçandu, lograram êxito na identificação e localização do criminoso.
Na época, durante depoimento na delegacia, Fábio relatou que havia cometido o crime, porque a vítima teria ameaçado fazer contra ele um trabalho espiritual de “magia negra”. (reveja a matéria aqui:https://www.servicospaicandu.com/autor-de-homicidio-em-paicandu-e-preso-pela-policia-civil/)

Conforme as informações do representante do Ministério Público que atuou na acusação, Dr Edson Cemensati – vítima e assassino eram amigos. Eles chegaram a morar na mesma casa. O crime foi cometido por motivo fútil, sem chance de defesa a vítima que estava deitada, disse o promotor.

Escreva um comentário

error: Conteúdo protegido !!